E O Video Levou



Siga-nos no Twitter

Nossa comunidade no Facebook!


Faça login e tenha acesso completo
E-mail Senha


 Em: 

Nouvelle Vague (3 DVDs) O Ano Passado Em Marienbad/Os Libertinos/Um Só Pecado/Banda À Parte...
(Nouvelle Vague)





Nouvelle Vague (3 DVDs) O Ano Passado Em Marienbad/Os Libertinos/Um Só Pecado/Banda À Parte...
compartilhe
facebook
twitter
Email





Sinopse

O ANO PASSADO EM MARIENBAD
(L’Année Dernière à Marienbad, 1961, 93 min.)
De Alain Resnais.
Com Delphine Seyrig, Giorgio Albertazzi e Sacha Pitoeff.
Em um hotel, um homem tenta convencer uma mulher casada a fugir com
ele. Mas ela não consegue se lembrar do caso que os dois tiveram no ano
anterior. Leão de Ouro em Veneza, a obra máxima de Resnais é apresentada
em inédita versão restaurada.

OS LIBERTINOS
(Les Dragueurs, 1959, 78 min.)
De Jean-Pierre Mocky.
Com Jacques Charrier, Charles Aznavour e Anouk Aimée.
As aventuras e desventuras de dois jovens, um tímido e outro conquistador,
que caçam mulheres na noite parisiense. Estreia na direção do prolífico
Jean-Pierre Mocky, essa crônica sobre a juventude traz um frescor de
realização invejável.

UM SÓ PECADO
(La Peau Douce, 1964, 117 min.)
De François Truffaut.
Com Jean Desailly e Françoise Dorléac.
Numa viagem a Lisboa, conhecido editor torna-se amante de uma bela
aeromoça. Ele é casado e vive seu romance até o dia em que sua mulher
descobre tudo. Influenciado por Hitchcock, Truffaut realizou uma obra-prima
que só cresce com o tempo.

BANDA À PARTE
(Bande à Part, 1964, 95 min.)
De Jean-Luc Godard.
Com Anna Karina, Sami Frey e Claude Brasseur.
Dois amigos trapaceiros convencem uma estudante a ajudá-los em um roubo.
Talvez a obra mais acessível de Godard, Banda à Parte é uma vibrante
homenagem ao filme B hollywoodiano, além de trazer uma interpretação
icônica da musa Anna Karina.

A BAÍA DOS ANJOS
(La Baie des Anges, 1963, 84 min.)
De Jacques Demy.
Com Jeanne Moreau, Claude Mann e Henry Nassiet.
Jean chega a Nice. Começa a se interessar pelo jogo e encontra no casino uma
jogadora, Jackie. Os dois se apaixonam e se afundam na jogatina. Dialogando
com O Jogador, de Dostoiévski, Demy fez um fascinante filme sobre o amor e
o vício.

PARIS NOS PERTENCE
(Paris nous Appartient, 1960, 136 min.)
De Jacques Rivette.
Com Betty Schneider, Giani Esposito e Françoise Prévost.
Jovem estudante encontra por acaso um grupo teatral que ensaia
exaustivamente a peça Péricles, de Shakespeare. Um dos filmes mais
emblemáticos da Nouvelle Vague e uma das obras-primas do genial Jacques
Rivette (A Bela Intrigante).
Ficha Tecnica
Gênero: Clássico
Ano de produção: 2015
Duração: 603 Min.
Censura: 14
Áudio: Francês
Legendas: Português
Produtora: Versatil Home Video
Direção: Francois Truffaut, Jean-Luc Godard, Alain Resnais, Jacques Demy, Jacques Rivette, Jean-Pierre Mocky
Elenco: Jeanne Moreau, Sami Frey, Anna Karina, Delphine Seyrig, Charles Aznavour, Anouk Aimee, Françoise Dorléac, Jean Desailly, Claude Brasseur, Claude Mann, Giorgio Albertazzi, Sacha Pitoeff, Jacques Charrier, Henry Nassiet



 








© Copyright - Centro de entretenimento E O Vídeo Levou
Rua Itaboraí, 550 - Jardim Botânico - Porto Alegre/RS
Tele-entrega: (51)3330-8733