E O Video Levou



Siga-nos no Twitter

Nossa comunidade no Facebook!


Faça login e tenha acesso completo
E-mail Senha


 Em: 

Maio De 68 No Cinema





Maio De 68 No Cinema
compartilhe
facebook
twitter
Email





Sinopse

Nos 50 anos do movimento estudantil de maio de 68, a Versátil apresenta "Maio de 68 no Cinema", digistack com 3 DVDs que reúne 4 filmes essenciais sobre o tema dirigidos por grandes cineastas como Jean-Luc Godard ("Acossado"), Louis Malle ("Adeus, Meninos") e Chris Marker ("La Jetée"), além de uma hora e meia de vídeos extras. Edição Limitada com 6 cards.

Disco 1:
Tudo Vai Bem (Tout Va Bien, 1972, 96 min.)
De Jean-Luc Godard, Jean-Pierre Gorin. Com Yves Montand, Jane Fonda.
França, 1972. Uma fábrica de produtos alimentícios está em greve e os operários sequestram o patrão. Uma jornalista norte-americana e seu marido, cineasta e ex-integrante da Nouvelle Vague, que agora se dedica a filmes publicitários, são aprisionados junto com o diretor da fábrica. Nesse filme do grupo Dziga Vertov, os personagens recapitulam maio de 68 em relação aos novos tempos políticos e consumistas.

1968 (68, 2008, 95 min.)
De Patrick Rotman. Com Edouard Balladur, Daniel Cohn-Bendit.
De Washington a Saigon, de Roma à Cidade do México, de Paris a Londres, uma onda de protestos balança o mundo. Dirigido pelo pesquisador Patrick Rotman ("Uma História do Comunismo"), esse documentário repensa o seminal ano de 1968 a partir de uma perspectiva internacional, baseando-se em farto material de arquivo da Guerra do Vietnã, da Primavera de Praga e dos protestos de Paris e nas Américas. Como personagens, temos Che Guevara, Martin Luther King, Bob Kennedy, Jim Morrison, estudantes, movimentos sociais, entre outros.

Disco 2:
Loucuras de uma Primavera (Milou en Mai, 1990, 106 min.)
De Louis Malle. Com Miou-Miou, Michel Piccoli.
A inquietude das manifestações de maio de 68 não afeta apenas Paris, mas também toda a França. No interior do país, numa região de lindos vinhedos, a mãe de Milou acaba de falecer e três gerações da família se reúnem na propriedade para o funeral da matriarca, mas, como não poderia deixar de ser, essa reunião acaba contagiada pelo turbulento clima político da época. Belíssimo filme da fase final de Malle.

Disco 3:
O Fundo do Ar É Vermelho (Le Fond de l'Air Est Rouge, 1977, 180 min.)
De Chris Marker. Com Laurence Cuvillier, Davos Hanich.
As esperanças e as decepções suscitadas pelos movimentos revolucionários de 1968 no mundo inteiro. Do regime chinês ao cubano, passando pela Primavera de Praga, até os movimentos estudantis e operários franceses. Chris Marker ressalta que não se pode simplificar o que nada tem de simples: as manifestações populares, os movimentos da política, os rumos incertos da História e da sociedade.

Extras:
Volume: 1
Conteúdo: Extras de "Tudo Vai Bem" (50 min.) e "Loucuras de uma Primavera" (46 min.).
Ficha Tecnica
País: França
Gênero: Documentário
Ano de produção: 2018
Duração: 477 Min.
Censura: 14
Áudio: Francês
Legendas: Português
Produtora: Versatil Home Video
Direção: Louis Malle, Chris Marker, Jean-Luc Godard, Patrick Rotman
Elenco: Yves Montand, Jane Fonda, Miou-Miou, Edouard Balladur, Laurence Cuvillier



 








© Copyright - Centro de entretenimento E O Vídeo Levou
Rua Itaboraí, 550 - Jardim Botânico - Porto Alegre/RS
Tele-entrega: (51)3330-8733